Pesquisar neste blogue

28 maio 2018

Visitar a Sé Catedral de Beja - Santa Maria da Feira (Beja)

A Sé Catedral de Beja, localizada na Freguesia de Santa Maria da Feira (Beja),  foi edificada em 1590. A estrutura primitiva do complexo, em três naves, corresponde ao modelo das igrejas-salão, muito divulgado na arquitectura maneirista do Baixo Alentejo a partir de meados do século XVI. Os retábulos das capelas laterais são do período maneirista. Da época barroca datam os retábulos da capela-mor.

Visitar a Praça de Touros de Beja - Santa Maria da Feira (Beja)

A Praça de Touros de Beja foi construída por iniciativa do lavrador de Beja Rafael António Madeira. A corrida inaugural foi realizada em 9 de Agosto de 1909.
Entre 1936 e 1938 a Praça de Touros de Beja esteve encerrada por motivos de mau estado de conservação. Reabriu a 10 de Agosto de 193
Passou a designar-se Praça de Touros José Varela Crujo em 1988, em homenagem ao cavaleiro bejense falecido nesse ano, após colhida no Campo Pequeno.

Visitar as Portas de Avis - Santa Maria da Feira (Beja)

O arco das Portas de Avis, localizado na Freguesia de Santa Maria da Feira (Beja), foi demolido em 1893. Posteriormente, os blocos de granito que o constituíam foram descobertos na sua nova função (mesas de peixaria do Mercado de Santa Maria), o que permitiu a sua reconstituição em 1939.

27 maio 2018

Visitar o Pelourinho de Beja

O pelourinho de Beja terá sido reerguido após a concessão do Foral Novo por Manuel I de Portugal.
No início do século XIX, foi transferido para a Praça de D. Manuel (hoje Praça da República), acreditando-se que anteriormente estivesse colocado no terreiro dos Paços do Concelho, acabando por ser desmontado no mesmo século, em data desconhecida. Neste período vieram a desaparecer alguns dos seus elementos arquitectónicos, à excepção do capitel, do remate e de parte do fuste.
Encontra-se classificado como Imóvel de Interesse Público desde 11 de Outubro de 1933.
Veio a ser reconstruído em 1938 com os elementos que se encontravam então recolhidos no Museu Arqueológico do novo edifício da Câmara Municipal, mais tarde transferido para o Museu Rainha D. Leonor, e que eram constituídos pelo capitel, o remate e a grimpa com a esfera armilar e bandeira encimadas pela Cruz de Cristo.
Apresenta fuste tronco-piramidal torso decorado por discos, palmetas, rosetas e anel, e é encimado por um capitel também torso e rematado por esfera armilar e a Cruz de Cristo em ferro.

Visitar a Igreja de Santo Amaro - Santa Maria da Feira (Beja)

A Igreja de Santo Amaro, localizada na Freguesia de Santa Maria da Feira (Beja), é uma igreja basilical, cuja fundação parece remontar à antiguidade tardia. Apesar de ter sofrido diversas alterações ao longo dos séculos conserva ainda parte da nave central.
Actualmente acolhe o Núcleo Visigótico do Museu Regional de Beja, cuja colecção de elementos arquitectónicos constitui o mais importante conjunto conhecido no território nacional. A sua existência justificou a classificação da cidade de Beja como capital do Visigótico em Portugal. Esta Igreja está classificada como Monumento Nacional.

Visitar a Igreja de Nossa Senhora da Piedade - Santa Maria da Feira (Beja)

A Igreja de Nossa Senhora da Piedade, situada na Freguesia de Santa Maria da Feira (Beja), está no interior do Hospital Grande Nossa Senhora da Piedade, mandado construir em 1490 por D. Manuel, Duque de Beja, sofreu profundas alterações ao longo dos tempos. O interior é revestido de talha dourada, sendo de realçar o altar-mor e as grandes telas de escola italiana.

Visitar a Igreja da Misericórdia - Santa Maria da Feira (Beja)

A Igreja da Misericórdia de Beja, localizada na Freguesia de Santa Maria da Feira (Beja), apresenta-se como um emblemático e belo exemplar da arquitectura de transição entre o Renascimento e o Maneirismo em Portugal, pleno do entendimento das fontes tratadísticas e das formas eruditas da lição maneirista italiana.
O edifício desenvolve-se em planta longitudinal composta pelos volumes da galilé, da capela-mor e das dependências.
A Fachada é composta por sumptuoso efeito da galilé, loggia de aparelho rusticado inspirada "na gravura de Serlio que reproduzia o piso médio do anfiteatro de Verona". As arcadas maneiristas apresentam-se profundamente marcadas na sua verticalidade, criando um conjunto de nervuras apoiadas em colunas coríntias, de nítido gosto clássico. Na parede fundeira, precedido por escadas, murete e gradeamento, abre-se o portal do templo, com frontão de linhas clássicas muito depuradas. O corpo da igreja, instalado no espaço que originalmente corresponderia ao terceiro tramo da loggia, perdeu parte do programa decorativo original, possivelmente devido às indevidas utilizações que o espaço teve a partir da primeira metade do século XIX. Do seu património integrado primitivo subsistem o púlpito e quatro tábuas com cenas da vida de Cristo pertencentes ao retábulo-mor, executadas em 1564 pelo pintor eborense António Nogueira, que se encontram no Museu Regional de Beja.

Visitar a Ermida de Santo Estevão - Santa Maria da Feira (Beja)

A Ermida de Santo Estevão, localizada na Freguesia de Santa Maria da Feira (beja), foi fundada no final do século XIII e é uma das ermidas mais antigas de Beja. Foi construída para receber o corpo do cavaleiro Estêvão Vasques. Em 1915 foi entregue à Misericórdia, tendo funcionado, então, como celeiro. Foi reaberta ao culto em 1940.

Visitar a Ermida de São Sebastião - Santa Maria da Feira (Beja)

A Ermida de São Sebastião, localizada na Freguesia de Santa Maria da Feira (Beja), é de arquitetura maneirista, popular, com apenas uma nave e capela-mor. No interior destacam-se os vestígios da pintura a têmpera do século XVIII.

Visitar o Convento de Santo António - Santa Maria da Feira (Beja)

O Convento de Santo António, localizado na Freguesia de Santa Maria da Feira (Beja), foi mandado construir durante o reinado de D. João II. Do primitivo convento restam, actualmente, apenas o claustro, a igreja e a sala do capítulo. O claustro tem as paredes revestidas de azulejos quinhentistas, verdes e brancos com reflexos metálicos.

Visitar o Chafariz do Cano - Santa Maria da Feira (Beja)


Visitar o Castelo de Beja - Santa Maria da Feira (Beja)

O Castelo de Beja, localizado na Freguesia de Santa Maria da Feira (Beja), data da Invasão romana da Península Ibérica. Acredita-se que os muros de defesa romanos remontem a algum momento entre o século III e o século IV.
A primeira restauração dos muros de Beja data do reinado de D. Afonso III (1248-79), e iniciou-se a partir de 1253. No ano seguinte (1254), a povoação recebeu o seu foral nos mesmos termos do de Santarém, confirmado em 1291 no reinado de seu filho, D. Dinis (1279-1325). Este, por sua vez, prosseguiu as obras de reconstrução, reforçando e ampliando as muralhas e torres (1307) e iniciou a construção da torre de menagem (1310).
Até ao século XVII, o Castelo de Beja foi objecto de diversas ampliações e modernizações, particularmente no contexto da Guerra da Restauração da independência portuguesa, quando foi reforçado por baluartes conforme projecto do engenheiro-militar e arquitecto francês Nicolau de Langres, aprovado pelo engenheiro e cosmógrafo-mor do reino, Luís Serrão Pimentel, e pelo general Agostinho de Andrade Freire (1644). No período de 1669 a 1679 as obras foram dirigidas pelos engenheiros João Coutinho, Diogo de Brito de Castanheira e Manuel Almeida Falcão, porém jamais foram concluídas.
No século XX foi classificado como Monumento Nacional, mais tarde, iniciam-se as campanhas de consolidação dos troços das muralhas (1958, 1959-1962, 1969, 1970-1973, 1980, 1981 e 1982) e de recuperação da Torre de Menagem (1965, 1969, 1981).
A robusta Torre de Menagem, em estilo gótico, é considerada como um dos mais belos exemplos da arquitectura militar da Idade Média em Portugal. Eleva-se a quarenta metros de altura. A torre apresenta balcões angulares sobre matacães, unidos por varandins defendidos por ameias piramidais. É rasgada por portas ogivais e janelas geminadas, em arco de ferradura. As salas em seu interior, ricamente decoradas, apresentam tectos em abóbada em cruzaria de ogivas.
A porta principal do castelo abre-se em arco ogival e acede á praça de armas. Das primitivas portas restam ainda duas de origem românica: a Porta de Évora, contígua ao castelo; e o arco da Porta de Avis. A Porta de Moura é defendida por dois torreões.

Visitar a Capela de Nossa Senhora das Necessidades - Santa Maria da Feira (Beja)


Visitar o Teatro Municipal Pax Julia - Salvador (Beja)

O Teatro Pax Julia, localizado na Freguesia de Salvador (Beja), foi inaugurado em 28 de Dezembro de 1928. Após remodelação, em 1952, passou a ser Cine-Teatro e viria a fechar portas em 1990. Foi inaugurado como Teatro Municipal Pax Julia no ano de 2005. Na inauguração contou com um espectáculo com os músicos Sérgio Godinho, Rão Kyao, Vitorino, Janita Salomé e Filipa Pais.

Visitar a Porta de Évora - Salvador (Beja)

A Porta de Évora ou Arco Romano localiza-se junto à muralha do Castelo de Beja.

Visitar as Portas de Moura - Salvador (Beja)

As Portas de Moura, localizadas na Freguesia de Salvador (Beja) foram reconstruídas em 1867, altura em que são consagradas a São João Baptista. Na parte superior do arco existe um passadiço, decorado com característico varandim.

Visitar o Museu Rainha Dona Leonor

O Museu Rainha Dona Leonor, localizado no Concelho de Beja, também conhecido como Museu Regional de Beja, no Alentejo, localiza-se nas dependência do antigo Convento da Conceição.

Visitar o Museu Jorge Vieira - Salvador (Beja)

O Museu Jorge Vieira, localizado na Freguesia de Salvador (Beja), integra parte do espólio artístico que o escultor Jorge Vieira doou à Câmara Municipal de Beja em 1994. Instalado, desde Maio de 1995, num edifício do centro histórico da cidade, antiga casa de habitação, o Museu alberga um importante conjunto de esculturas, maquetas e desenhos da autoria de Jorge Vieira, artista plástico que marcou o percurso da arte portuguesa ao longo do século XX.

Visitar O Monumento ao Prisioneiro Político Desconhecido - Salvador (Beja)

O Monumento ao prisioneiro político desconhecido cuja maqueta foi projectada em 1953 para o Concurso Internacional de Escultura promovido pelo Institute of Contemporary Arts, Londres, onde foi premiada. A maqueta levada a concurso integrou, depois, a mostra de artistas premiados nesse certame na Tate Gallery, Londres. Foi apresentada também na II Bienal de São Paulo, Brasil (representação portuguesa). O projecto foi concretizado em maiores dimensões em 1994 para ser instalado na Freguesia de Salvador (Beja).
A obra original de, Jorge Vieira, em bronze, 445 x 300 x 290 mm, encontra-se no Museu do Chiado. A réplica, também de Jorge Vieira, é de  aço e chapa de cobre.

Visitar a Igreja do Salvador - Salvador (Beja)

A Igreja do Salvador, localizada na Freguesia de Salvador (Beja), cuja fundação remonta ao século XIII. A fachada principal é sóbria e de alvenaria.

Visitar a Igreja de Nossa Senhora do Carmo - Salvador (Beja)

A Igreja de Nossa Senhora do Carmo localiza-se na Freguesia de Salvador (Beja) e foi mandada construir pela viúva de Diogo Fernandes de Beja, capitão-mor da nau das armadas da Índia.
É uma igreja tipicamente setecentista, com fachada simples e de empena triangular rematada por pináculos.

26 maio 2018

Visitar a Igreja de Santa Maria - Salvador (Beja)

A Igreja de Santa Maria, localizada na Freguesia de Salvador (Beja), é uma das mais antigas da cidade de Beja. É um dos melhores exemplos do chamado ‘gótico alentejano’, preservando, do período medieval, a abside. De destacar, ainda, a galilé, os altares barrocos e uma representação da ‘Árvore de Jessé’, instalada numa capela lateral. Esta Igreja está classificada como Imóvel de Interesse Público.

Visitar a Igreja de Nossa Senhora dos Prazeres - Salvador (Beja)

A Igreja de Nossa Senhora dos Prazeres, localizada na Freguesia de Salvador (Beja), é datada de 1672  e composta por dois corpos distintos. A fachada simples não denuncia a riqueza artística do seu interior. Aqui encontra-se um dos mais importantes repositórios de arte sacra da cidade e um conjunto de azulejos com grande beleza, composto por painéis historiados de 1698 da autoria do pintor Gabriel del Barco. O corpo da igreja encontra-se revestido por talha barroca e azulejos do século XVIII. Esta Igreja está classificada como Imóvel de Interesse Público.

Visitar a Igreja de Nossa Senhora de ao Pé da Cruz - Salvador (Beja)

A Igreja de Nossa Senhora de ao Pé da Cruz situa-se na Freguesia de Salvador (Beja). A primitiva ermida data de 1499, mas o edifício que hoje ali encontramos foi mandado construir no século XVII. Com uma fachada “estilo chão”, caracterizada por linhas austeras. Esta Igreja está classificada como Imóvel de Interesse Público.